Notícia

Rugby - Esporte formador de princípios. RESPEITO

19/12/2015

Todas as atividades esportivas trazem sobre si: princípios, leis e ou parâmetros. E apesar de serem reconhecidos, nem sempre são respeitados. 

O Rugby, assim como as outras atividades esportivas, se atém a alguns princípios e estes formam a base para um caráter rugbier. 
Estes princípios serão detalhados em cinco artigos que relatarão sobre os valores que compõem este esporte e dessa forma poderemos compreender o porquê que esta modalidade vista como “Jogo de Brutos”, é, na verdade, jogada por 'Cavalheiros' e 'Damas'. 
 
 

Respeito

 

Definido pelo Dicionário Aurélio como: _1. Sentimento que nos impede de fazer ou dizer coisas desagradáveis a alguém.
      Esta é a melhor definição para um dos princípios do Rugby.
    A atitude de respeito é levada de forma séria e digna de ser entronizada em qualquer atividade dentro do universo rugbier, e isso engloba tanto um ambiente de treino, quanto em meio a um jogo.
    O respeito não é imposto por medo ou imposição. Este sentimento é gerado pelo praticante, atleta ou envolvido nesta prática esportiva a partir do momento que ele passa a compreender que há uma hierarquia formada de maneira justa e digna de ser respeitada. Dentro do campo o atleta rugbier compreende que se não houver o respeito mútuo, não ocorrerá jogo limpo, e se não houver jogo limpo, não teremos adversário, dessa forma não teremos jogos. Ao conseguir captar esse aspecto moral, o praticante compreende que não só aqueles que interagem com ele em campo são dignos desse sentimento e então passa a entender o quanto o respeito e a honra ao time “adversário” são realmente importantes.
     Ao tratar do ponto social, o Rugby busca ensinar que apesar de termos culturas e leis diferentes em todo o mundo, todas são dignas de respeito, e devido esta dissemelhança ocorre a diversidade.                                        
   O ambiente em campo propicia a atitude respeitosa, pois o atleta absorve e retém a indispensabilidade que cada membro que integra o esporte possui. Por isso desde o árbitro e os auxiliares que ditam e marcam as regras durante o jogo, os oponentes que viabilizam a partida, os treinadores que qualificam os atletas para o desporto, os membros da equipe que buscam os mesmos objetivos, enfim todos, são dignos de respeito.
   Contudo apesar de se ter um preceito fundamental, nem todos os envolvidos dentro desta prática esportiva, concebem essa norma em suas atitudes, ocasionando assim a prática antidesportiva que é também percebível em outras modalidades esportivas.
   Dessa forma o Rugby apesar de exigir grande esforço e envolver um contato físico constante, tem como busca, se diferenciar adotando um estilo de vida saudável, de obediência às leis e valores do jogo, conduzindo assim ao praticante tornar-se além de um jogador, um ser humano de princípios e bom caráter.
   Ao término desse primeiro dos cinco artigos sobre os pilares do Rugby, ressaltamos que o RESPEITO nos leva a compreender que apesar de jogarmos para ganhar, não o fazemos a qualquer custo, pois respeitamos as leis, o oponente, a arbitragem, a modalidade e entendemos que tanto o esforço da conquista, quanto a dignidade de uma derrota são imprescindíveis para se formar um caráter Rugbier.
 
#AVANTEYMBORES
#RESPEITO
#VALORESDORUGBY
 
 
Texto: Fernanda Gusmão - Equipe Ymborés
 
 
Outras Notícias

Kamakan Chiefs é campeão da primeira etapa da Liga Sudoeste de Rugby

Ymborés realiza primeira etapa da Liga Sudoeste de Rugby

Ymborés, Bicampeão Taça Suíça Baiana de Rugby de 7's

O Terceiro Tempo do Rugby

Copyright © 2015 | Èlle - Todos os direitos reservados